Pular para o conteúdo principal

Dilma diz que educação terá R$ 112 bilhões dos royalties do petróleo em dez anos


19/08/2013 - 17h00
fonte:  Agência Brasil
São Paulo – A presidenta Dilma Rousseff garantiu hoje (19), durante cerimônia em São Bernardo do Campo, que os recursos obtidos com a produção de petróleo serão destinados à educação e à saúde. Segundo Dilma, 75% dos royalties irão para a educação e o restante a saúde. “Só seremos uma nação desenvolvida se nós utilizarmos as riquezas finitas que temos, por exemplo os royalties do petróleo e os recursos do Fundo Social do Pré-Sal, na educação. Um país do porte do Brasil só se transforma em uma nação desenvolvida se investir em educação”, disse Dilma.
Ela reforçou que é preciso primeiro investir em creches, não só para garantir que as mães tenham um local seguro para deixar seus filhos enquanto trabalham, mas para garantir o acesso igualitário à educação básica, com estímulos adequados à idade dessas crianças e garantir ainda que até os 8 anos de idade todos estejam alfabetizados. Além disso, destacou a necessidade de investimentos para a melhoria da remuneração dos professores, para a alfabetização na idade certa e para a ampliação do ensino médio em tempo integral.
Dilma explicou que os recursos do pré-sal para a educação chegarão a R$ 112 bilhões em dez anos. "Começam com R$ 1,4 bilhão em 2014, devem saltar para R$ 3 bilhões em 2015 e para R$ 6 bilhões em 2016, chegando a R$ 13 bilhões em 2018", disse.
A presidenta defendeu o Programa Mais Médicos e tornou a dizer que o objetivo é aumentar o número de vagas em cursos de medicina e levar médicos para o interior e para as periferias. Segundo ela, o programa deve colocar mais R$ 15 bilhões para o investimento em postos de saúde, unidades de Pronto-Atendimento e hospitais até 2015. “Também vamos aumentar o número de médicos formados no Brasil. Até 2017, devem ser mais 11 mil e 12 mil residentes, nas áreas mais importantes”.
Dilma disse ainda que o governo pretende assegurar que as periferias e regiões mais distantes tenham acesso a médicos, por isso os profissionais formados no Brasil serão chamados antes e, caso as vagas não sejam preenchidas, os médicos formados no exterior serão chamados. “Há 700 municípios no Brasil que não têm nenhum médico e há 1.900 [municípios] com menos de um médico para cada 3 mil habitantes. Vamos garantir que, enquanto não formarmos os médicos no Brasil, venham médicos de todo o mundo para garantir acesso a essas pessoas”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Prefeito Cristino sofre derrota na Câmara por unanimidade

No último dia 26 de junho de 2017, em sessão plenária da Câmara municipal de Araioses, foi derrubado o veto do prefeito pelos vereadores da lei do TFD (tratamento fora do domicilio). O projeto original de autoria do prefeito Cristino, regulamentava o tratamento apenas no Estado do Maranhão, mas sofreu emendas na Câmara por vereador Igran da base aliada que foi aprovado por todos o vereadores oposição e situação garantindo aos Araioses o tratamento em todo território brasileiro. Embora fosse um desejo do executivo manter o TFD apenas no Estado do Maranhão, embora todos saibam que a referência em saúde em nossa região é a capital do Piauí Teresina, os vereadores consciente do seu papel jamais poderiam deixar que houvesse um retrocesso, já que o município de Araioses não faz nem pequenas cirurgias. Em contrapartida o prefeito vetor a emenda mantendo o texto original, TFD, apenas no Estado Maranhão. Na sessão do dia 26 estavam presentes os seguintes vereadores: Igran, Professor Arnaldo…

SINDSEPMA CONTESTA OFICIO DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO QUE JUSTIFICA O NÃO PAGAMENTO DO REAJUSTE DOS PROFESSORES

O SINDSEPMA,  ATRAVÉS DE SUA DIREÇÃO  CONTESTA O OFICIO CIRCULAR DIVULGADO PELA SEMEA (SECRETARIA  MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO  DE ARAOISES ), QUE AFIRMA NÃO TER PAGO O REAJUSTE DOS PROFESSORES EM FUNÇÃO DO MEC NÃO TER SE PRONUNCIADO ATRAVÉS DE PORTARIA ESPECIFICA. EMBORA O VALOR DO REAJUSTE TENHA SIDO DIVULGADO AMPLAMENTE NOS MEUS DE COMUNICAÇÕES E NO PORTAL DO MEC , E NOTIFICADA POR ESTE  SINDICATO ATRAVÉS DOS OFÍCIOS 01 E 07  DE JANEIRO DE 2014,   O  MUNICÍPIO NÃO REPASSOU O REAJUSTE 8,32% AOS DOCENTES NOS SALÁRIOS DE JANEIRO. DIANTE  DO OFÍCIO DIVULGADO NAS ESCOLAS PELA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO , O PRESIDENTE DO SINDICATO  CONSULTOU O MEC SOBRE  O ASSUNTO.VEJA RESPOSTA







Conselho do Velho Itamagu

A insegura no município de Araioses, está em um patamar insuportável, o povo já está no limite da tolerância, pois além da falta de efetivo da polícia militar, não tem apoio do Estado e principalmente do município. A guarda municipal que poderia auxiliar  a segurança no município está totalmente desvalorizada e desamparada. Como agravante tem-se a falta de iluminação pública, geral na sede e zona rural do município. O desgaste da atual administração municipal e a falta de políticas públicas para garantir os direitos constitucionais do cidadão
O abono é plausível, a falta de limpeza pública, serviços hospitalar e muitas desculpas da atual gestão já virou chacota no município Araioses. O prefeito Cristino perdeu a credibilidade e senso do ridículo quando todos sabem que o comando da sua administração está sua ex-secretária de finanças e esposa, que por força de decisão de judicial deixou de assumir a pasta de direito mas de fato está no comanda da administração. E mais uma vez o com…