Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

Educadores têm até 30 de abril para conferir dados do Censo Escolar

Publicado em Agência Brasil (http://agenciabrasil.ebc.com.br)
16/04/2014 17h03publicação
As escolas públicas e privadas de educação básica têm até o dia 30 deste mês para conferir a situação dos alunos - como aprovação, reprovação e abandono - informada na segunda etapa do Censo Escolar 2013. Os dados com erros devem ser retificados. O prazo também é uma oportunidade para que as escolas que ainda não concluíram o preenchimento da situação do aluno possam encaminhar as informações. A primeira etapa do Censo Escolar coleta dados sobre alunos, professores, turmas e escolas. A segunda fase verifica o que aconteceu com os alunos matriculados no fim do ano letivo. Os dados da segunda etapa fazem parte do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) - indicador referência para as metas do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), do Ministério da Educação. O Ideb será calculado este ano. Além disso, o governo federal utiliza o Censo Escolar para estabelecer políticas públicas para a…

PASCOA É AMOR, É FRATERNIDADE, É UNIÃO,,,

Páscoa… É ser capaz de mudar. É partilhar a vida na esperança. É lutar para vencer toda sorte de sofrimento. É ajudar mais gente a ser gente. É viver em constante libertação. É crer na vida que vence a morte. É dizer sim ao amor e à vida. É investir na fraternidade. É lutar por um mundo melhor. É vivenciar a solidariedade. É renascimento, é recomeço. É uma nova chance para melhorarmos as coisas  que não gostamos em nós.  Para sermos mais felizes por conhecermos  a nós mesmos mais um pouquinho. É vermos que hoje… Somos melhores do que fomos ontem.
Desejo a todos os amigos e amigas  uma Feliz Páscoa, cheia de paz, amor e muita saúde!
Arnaldo machado








CONVITE

DIREÇÃO DO SINDSEPMA CONTESTA EXIGÊNCIA DO GOVERNO VALÉRIA QUE QUESTIONA ATESTADO MÉDICO DE OUTROS MUNICIPIOS

O SINDSEPMA,  CONTESTA EXIGÊNCIA DE AVAL DE MÉDICO DO MUNICÍPIO PARA JUSTIFICATIVA DE FALTAS, TENDO EM VISTA, QUE O HOSPITAL NÃO TEM MÉDICO SUFICIENTE PARA ATENDER A POPULAÇÃO, APENAS UM MÉDICO  MUNICIPAL, CRIANDO SITUAÇÕES CONSTRANGEDORA TANTO PARA OS PACIENTES QUE AGUARDAM A CONSULTA NA ORDEM DE CHEGADA, POIS SENTE-SE LESADOS  POR SER TOMADA SUA VEZ, COMO PARA O SERVIDOR QUE PRECISARIA DO AVAL DO  ATESTADO.  MUITAS VEZES    O MEDICO NÃO É  ESPECIALISTA NA ÁREA A SER AVALIADA.  SITUAÇÃO ESSA QUE VEM GERANDO MAIS DESPESAS PARA OS SERVIDORES QUE SE DESLOCAM DA ZONA RURAL PAGANDO PASSAGEM E PERDENDO MAIS UM DIA DE SERVIÇO. 
VEJA