Pular para o conteúdo principal

A direção do SINDSEPMA cobra reajuste salarial dos professores




Apesar do empenho da direção do SINDSEPMA,  muitas  são as dificuldades enfrentadas  para garantir os direitos dos servidores  pela falta de  compromisso dos  gestores  municipais em cumprirem   as leis. Segundo o professor Arnaldo o salario base dos professores  estavam congelados desde de 2009, em R$ 604,50 até 2012. A nova direção do SINDSEPMA,  iniciou  seus trabalhos   em 14/03/2012, com o grande desafio de cobrar o reajuste do piso salarial dos professores de  22% divulgado em  27/02/2012 retroativo a 1º de janeiro. Após várias cobranças a gestora anterior,   implantou a partir de 1º abril, o que gerou indignação dos docentes. Foram grandes desafios,  já que a gestão municipal  da época não estava disposta a sentar  com uma comissão de diretores do SINDSEPMA  para discutir uma  pauta de reivindicações  em favor dos servidores.  A prefeita  simplesmente  ignorou os sindicalistas que após varias tentativas, convocaram uma Assembléia Geral para deliberar  por uma Paralisação, realizada nos dias  20,21,e 22 de junho 2012, um teste de fogo para  a nova direção.  Após a paralisação de advertência a Assessoria Jurídica do sindicato  impetrou varias ações na justiça cobrando os direitos dos servidores. Entre elas  a diferença do reajuste  salarial do docentes de janeiro a março (obrigação de fazer processo nº 1006/2012 diferença  do piso salarial 22,22%,  que está com o juiz para despacho). “Avançamos, mas são  muitas as dificuldades” ,  desabafou o prof. Arnaldo presidente da entidade. Em 2013 a nova gestão municipal, após negociações com A DIREÇÃO DO SINDICATO, reajustou a tabela dos professores de acordo com o  piso no valor de 7,97%. Mas tivemos um final de ano turbulento  marcado por indignação dos servidores da educação pelo não da pagamento da segunda parcela do décimo terceiro na data prevista que culminou em  uma  manifestação no dia 24/12/2013. No decorrer da manifestação foram pagos os servidores de apoio ( agente administrativo , auxiliar operacional e vigias), mas o pagamento dos professores   só foi realizado  no dia 26/12/2013 após  o natal.
Já o pagamento do mês de dezembro dos  servidores da educação,  não foram pagos até o dia 30/2012/2013 como em anos anteriores, causando decepções  e aborrecimentos aos servidores da educação que  tiveram a virada de ano de bolsos vazios, pois receberam somente em janeiro após   pressão da entidade . Agora o cenário para  2014 é de muitas incertezas.
O reajuste do piso estava previsto inicialmente  para  19%,  Segundo Valdecy Alves(assessor de vários sindicatos de servidores, tanto em Fortaleza, quanto no interior do Ceará. Advogado especial da FETAMCE.). Todos os professores do Brasil estão de pêsames com o golpe sofrido no dia de hoje, 18/12/2013. Quando o MEC, através do Ministro Mercadante, Publicou a Portaria MEC nº 16/2013, alterando o valor aluno do ano de 2013, de tal forma que o reajuste do piso pirata do MEC será de apenas 8,32% para 2014. Isto é, em vez de 19% de reajuste, será de apenas 8,32%. EIS ENTÃO O PISO PIRATA DO MEC PARA 2014 R$ 1.697,00.
 
A direção do SINDSEPMA JÁ encaminhou os ofícios cobrando o reajuste no salário base dos professores  para prefeita Valeria e para secretaria de Educação Jackeline Pimentel e espera-se  que seja cumprido conforme art. 5º da lei do Piso e do artigo 73 do PCCRPMA , 026/2010



TABELA DE REAJUSTE  DO PISO   20 HORAS

CARGO



REFERENCIA SALARIAL
VALOR piso 2014
R$ 1697,37
PROG. 10%
15% DE REGENCIA




PROFESSOR I




1
848,68
975,98
2
857,17
986,60
3
865,74
995,60
4
874,40
1005,56
5
883,14
1015,61
6
891,97
1032,66
7
900,89
1036,02
8
909,90
1046,38
9
919,90
1057,88


PROFESSOR II





1
1010,90
1162,53
2
1021,00
1174,15
3
1031,21
1185,89
4
1041,53
1197,75
5
1051,94
1209,73
6
1062,46
1221,83
7
1073,09
1234,05
8
1083,82
1246,39
9
1094,65
1258,80




PROFESSORIII



1
1204,11
1384,72
2
1216,31
1398,75
3
1228,31
1412,55
4
1240,60
1426,69
5
1253,00
1440,95
6
1265,53
1455,35
7
1278,19
1469,91
8
1290,97
1484,61
9
1303,88
1499,46



PROFESSORIV
1
1434,27
1649,41
2
1448,27
1665,51
3
1463,10
1682,56
4
1477,73
1699,38
5
1492,50
1716,37
6
1507,43
1733,54
7
1522,50
1750,87
8
1537,73
1768,38
9
1553,11
1786,07

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Procurador do município de Araioses faz declarações bombástica afirmando que advogado não tem caráter

Estamos acompanhando a via sacra dos trabalhadores do serviço público municipal de Araioses, principalmente os servidores da educação sofreu constantes atrasos de salários em gestões geralmente nos últimos meses de mandato, mas agora com o governo Cristino a situação piorou e já no segundo ano de governo está com salários e férias de professores atrasadas por falta de competência para o cargo e por confiar em uma equipe em que o próprio procurador faz declarações maculando todos os advogados de não ter caráter, não poderia ser diferente com essa administração estivesse fadada ao fracasso. 
Em suas próprias palavras o procurador do município de Araioses, não demonstrou nenhum respeito pelos professores que buscavam informações diante de uma matéria maliciosa com objetivos traiçoeiros divulgada pelo bloqueiro secretário do município, mas o bloqueiro secretário subestimou os professores logo perceberam que sua intenção era tirar a responsabilidade do governo e tentar responsabilizar o s…

Ato de reduzir salários de professoras e professores prova insensatez e crueldade jamais imaginada.

Cristino Gonçalves Um verdadeiro clima de terror tomou conta da vida dos professores e professoras araiosenses. Esse lamentável clima foi criado a partir das informações de que o prefeito de Araioses, Cristino Gonçalves de Araújo pretende reduzir o salários desses servidores já no pagamento de janeiro, que ainda não foi pago. O fato é inédito nas administrações araiosenses já que nenhum gestor, por muito ruim que tenha sido para essa categoria tomou atitude tão drástica. Redução de salário não e sim de regência foi diminuída na última gestão do prefeito José Cardoso do Nascimento – o Zé Tude (2005/2008), justificada na época pela total falta de condições de serem pagas pela prefeitura, já que esse aumento – uma jogada de marketing – de Pedro Henrique (2001/2004), algo em torno de 65% do salário dos professores no apagar das luzes de seu governo. O que o prefeito de Araioses está ameaçando fazer tem o efeito de uma bomba atômica na vida desses servidores já que todos já vivem com difi…

Vereador foi ameaçado de auditoria em sua empresa por declarar não votar em código tributário do prefeito Cristino

Circula nas redes sociais vídeo institucional da prefeitura de Araioses onde o advogado tributarista Edmundo ameaça o vereador Ingram de auditoria em sua empresa por suposta sonegação de tributos ISSQN,  referente à empresa do vereador. O fato é que vereador foi notificado pelo município, mas tudo corria normalmente em conformidade com a legislação municipal, mas no momento que o vereador se posicionou contrário ao projeto que está tramitando na Câmara Municipal , onde o mesmo se posicionou através de um vídeo contrariando os interesses do chefe do executivo. 

O tributarista Edmundo que se qualifica como advogado contratado pelo município bom de retórica tenta a qualquer preço convencer os vereadores para aprovação imediato no desespero de não conseguir  os nove votos para aprovação do projeto, apeloui para o ataque e   expôs publicamente em tom ameaçador a auditório na empresa do vereador no intuito de desmoraliza-lo, acusando o mesmo de legislar em causa própria. 


Da mesma forma foi…