Pular para o conteúdo principal

Sindicato cobra horas extras para os professores do Ensino Infantil e Ensino fundamental

SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO MUNICIPAIS DE ARAIOSES  COBRA DA PREFEITA VALERIA  que sejam pagos aos professores do Ensino Infantil e Ensino Fundamental Menor,   horas extras retroativo a março, tendo em vista que o município não tem cumprido a determinação do Piso  art. 2º e inciso 4º  LEI Nº 11.738, DE 16 DE JULHO DE 2008. “in verbis” e documentação anexo:

Art. 2o O piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica será de R$ 950,00 (novecentos e cinqüenta reais) mensais, para a formação em nível médio, na modalidade Normal, prevista no art. 62 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

§ 4o Na composição da jornada de trabalho, observar-se-á o limite máximo de 2/3 (dois terços) da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os educandos.



TABELA DE HORAS EXTRAS DOS PROFESSORES DO ENSINO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL MENOR
PROFESSOR
SAL. BASE + REGENCIA
CARGA HOR.  SEMANAL
CARGA HOR. MENSAL
HORAS EXTRAS  SEMAL
HORAS  EXT. MENSAL
VALOR HORA
TOTAL
NÍVEL  I
900,86
20 H
80
7 H
28H
11,26
315,28
NIVEL  II
1073,24
20H
80
7H
28H
13,41
375,34
NÍVEL  III
1278,38
20H
80
7H
28
15,97
447,43
NÍVEL  IV
1521,65
20H
80
7H
28
19,02
532,57


                                                                                
O PRESIDENTE  professor  informa ainda que vem negociando desde do inicio do ano com a secretaria de educação Jackeline,  que se a prefeita não cumprir a lei vai protocolar mais uma ação na justiça . E um direito do professor garantido na lei do Piso.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Prefeito Cristino sofre derrota na Câmara por unanimidade

No último dia 26 de junho de 2017, em sessão plenária da Câmara municipal de Araioses, foi derrubado o veto do prefeito pelos vereadores da lei do TFD (tratamento fora do domicilio). O projeto original de autoria do prefeito Cristino, regulamentava o tratamento apenas no Estado do Maranhão, mas sofreu emendas na Câmara por vereador Igran da base aliada que foi aprovado por todos o vereadores oposição e situação garantindo aos Araioses o tratamento em todo território brasileiro. Embora fosse um desejo do executivo manter o TFD apenas no Estado do Maranhão, embora todos saibam que a referência em saúde em nossa região é a capital do Piauí Teresina, os vereadores consciente do seu papel jamais poderiam deixar que houvesse um retrocesso, já que o município de Araioses não faz nem pequenas cirurgias. Em contrapartida o prefeito vetor a emenda mantendo o texto original, TFD, apenas no Estado Maranhão. Na sessão do dia 26 estavam presentes os seguintes vereadores: Igran, Professor Arnaldo…

SINDSEPMA, CONVOCA SERVIDORES PARA AJUIZAR AÇÃO NA JUSTIÇA PELO NÃO REPASSE DAS CONTRIBUIÇÕES DO INSS

COMUNICADO SINDSEPMA
 O SINDEPMA, vem comunicar aos sócios que se apresentem juntamente ao sindicato munidos dos documentos necessários para ajuizamento de uma AÇÃO JUDICIAL em virtude de não estar havendo o repasse previdenciário dos servidores públicos para Autarquia Federal INSS. Segue a relação de documentos necessários:
-Documentos pessoais (RG, CPF, PIS-PASESP); -Comprovante de residência; -Cópia da carteira de trabalho (somente se trabalhou com carteira assinada); -Cópia do Termo de Posse, Decreto e Portaria; -Cópia dos contracheques (se possível dos meses que não houve repasse, juntamente com o atual); -CNIS Geral (retira-se no INSS).

SINDSEPMA CONTESTA OFICIO DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO QUE JUSTIFICA O NÃO PAGAMENTO DO REAJUSTE DOS PROFESSORES

O SINDSEPMA,  ATRAVÉS DE SUA DIREÇÃO  CONTESTA O OFICIO CIRCULAR DIVULGADO PELA SEMEA (SECRETARIA  MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO  DE ARAOISES ), QUE AFIRMA NÃO TER PAGO O REAJUSTE DOS PROFESSORES EM FUNÇÃO DO MEC NÃO TER SE PRONUNCIADO ATRAVÉS DE PORTARIA ESPECIFICA. EMBORA O VALOR DO REAJUSTE TENHA SIDO DIVULGADO AMPLAMENTE NOS MEUS DE COMUNICAÇÕES E NO PORTAL DO MEC , E NOTIFICADA POR ESTE  SINDICATO ATRAVÉS DOS OFÍCIOS 01 E 07  DE JANEIRO DE 2014,   O  MUNICÍPIO NÃO REPASSOU O REAJUSTE 8,32% AOS DOCENTES NOS SALÁRIOS DE JANEIRO. DIANTE  DO OFÍCIO DIVULGADO NAS ESCOLAS PELA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO , O PRESIDENTE DO SINDICATO  CONSULTOU O MEC SOBRE  O ASSUNTO.VEJA RESPOSTA