Pular para o conteúdo principal

Prefeito de Araioses está na lista dos gestores que sem transparência na gestão podem acarretar prejuízos à população

TCE-MA alerta municípios sobre atualização de Portais da Transparência

Resultado de imagem para TCE ma
Os municípios maranhenses ainda não atingiram um patamar de atualização permanente de seus portais da transparência, exigência legal controlada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA). A quinta avaliação realizada pelo órgão desde que a fiscalização trimestral teve início, em setembro de 2016, confirma a permanência de uma oscilação preocupante, pelos prejuízos que podem acarretar à população.

A avaliação realizada em outubro passado contou com a inclusão de dois novos critérios. Para que o portal seja considerado regular, o município precisa contar agora com instrumentos de Transparência que garantam ampla divulgação, inclusive por meio eletrônico, das peças orçamentárias e relatórios da Lei de Responsabilidade Fiscal (art. 48).

Além disso, é necessário que haja compatibilidade das informações prestadas, ou seja, os dados disponibilizados no Portal da Transparência serão checados por meio do cruzamento de dados com aqueles apresentados nos relatórios resumidos da execução orçamentária e gestão fiscal, no período correspondente.

A auditora Helvilane Araújo lembra que a introdução de novos critérios não foi o fator determinante para o reduzido número de prefeituras regulares. "O descumprimento do art. 7º do Decreto 7.185/05 devido a insuficiência de informações no Portal (PMQ) foi o fator que mais contribuiu para a irregularidade, seguido pela indisponibilidade da informação em tempo real (TRA)", destaca.

No que se refere à responsabilização dos gestores, o controle teve seu alcance ampliado. Até então, o resultado da avaliação era informado somente na Certidão Eletrônica do Tribunal. A partir de agora, em razão de acordo de cooperação técnica envolvendo Atricon, Instituto Rui Barbosa (IRB), Controladoria Geral da União (CGU) e Ministério Público (MP), o resultado das avaliações será informado diretamente ao sistema de convênios (SICONV). Convém lembrar que a irregularidade com o Portal da Transparência impossibilita a celebração de convênios estaduais e federais.

“Com isso, os municípios que não estiverem em dia com seus portais da transparência ficam impedidos também de celebrar convênios com entes federais”, alerta o secretário de Controle Externo, Bruno Almeida. Segundo ele, o TCE tem mantido contato permanente com as áreas das prefeituras responsáveis pela atualização dos portais, visando evitar que grandes parcelas da população do estado sejam penalizadas por conta da falta de transparência das administrações.

fonte TCE-MA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Procurador do município de Araioses faz declarações bombástica afirmando que advogado não tem caráter

Estamos acompanhando a via sacra dos trabalhadores do serviço público municipal de Araioses, principalmente os servidores da educação sofreu constantes atrasos de salários em gestões geralmente nos últimos meses de mandato, mas agora com o governo Cristino a situação piorou e já no segundo ano de governo está com salários e férias de professores atrasadas por falta de competência para o cargo e por confiar em uma equipe em que o próprio procurador faz declarações maculando todos os advogados de não ter caráter, não poderia ser diferente com essa administração estivesse fadada ao fracasso. 
Em suas próprias palavras o procurador do município de Araioses, não demonstrou nenhum respeito pelos professores que buscavam informações diante de uma matéria maliciosa com objetivos traiçoeiros divulgada pelo bloqueiro secretário do município, mas o bloqueiro secretário subestimou os professores logo perceberam que sua intenção era tirar a responsabilidade do governo e tentar responsabilizar o s…

Ato de reduzir salários de professoras e professores prova insensatez e crueldade jamais imaginada.

Cristino Gonçalves Um verdadeiro clima de terror tomou conta da vida dos professores e professoras araiosenses. Esse lamentável clima foi criado a partir das informações de que o prefeito de Araioses, Cristino Gonçalves de Araújo pretende reduzir o salários desses servidores já no pagamento de janeiro, que ainda não foi pago. O fato é inédito nas administrações araiosenses já que nenhum gestor, por muito ruim que tenha sido para essa categoria tomou atitude tão drástica. Redução de salário não e sim de regência foi diminuída na última gestão do prefeito José Cardoso do Nascimento – o Zé Tude (2005/2008), justificada na época pela total falta de condições de serem pagas pela prefeitura, já que esse aumento – uma jogada de marketing – de Pedro Henrique (2001/2004), algo em torno de 65% do salário dos professores no apagar das luzes de seu governo. O que o prefeito de Araioses está ameaçando fazer tem o efeito de uma bomba atômica na vida desses servidores já que todos já vivem com difi…

Vereador foi ameaçado de auditoria em sua empresa por declarar não votar em código tributário do prefeito Cristino

Circula nas redes sociais vídeo institucional da prefeitura de Araioses onde o advogado tributarista Edmundo ameaça o vereador Ingram de auditoria em sua empresa por suposta sonegação de tributos ISSQN,  referente à empresa do vereador. O fato é que vereador foi notificado pelo município, mas tudo corria normalmente em conformidade com a legislação municipal, mas no momento que o vereador se posicionou contrário ao projeto que está tramitando na Câmara Municipal , onde o mesmo se posicionou através de um vídeo contrariando os interesses do chefe do executivo. 

O tributarista Edmundo que se qualifica como advogado contratado pelo município bom de retórica tenta a qualquer preço convencer os vereadores para aprovação imediato no desespero de não conseguir  os nove votos para aprovação do projeto, apeloui para o ataque e   expôs publicamente em tom ameaçador a auditório na empresa do vereador no intuito de desmoraliza-lo, acusando o mesmo de legislar em causa própria. 


Da mesma forma foi…