Pular para o conteúdo principal

Cerca de 1,9 milhão de trabalhadores ainda não sacaram o abono de 2012



26/12/2012 - 11h04
fonte: Agência Brasil

Brasília – O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) constatou que cerca de 1,9 milhão de pessoas ainda não sacaram o abono salarial referente a 2012. O abono é um benefício, no valor de um salário mínimo (R$ 622), pago a trabalhadores que recebem até dois salários mínimos (cerca de 1,2 mil) por mês. Os beneficiários têm até o dia 28 junho de 2013 para receber o valor do exercício 2012/2013.
Quem deixou para fazer esse saque no ano que vem deverá receber mais do que os que o fizeram este ano. No dia 24 de dezembro, foi anunciado o reajuste do mínimo, que passará a ser R$ 678 a partir de 1º de janeiro. O abono, portanto, terá esse valor e o direito será ampliado a pessoas que recebem até R$ 1,3 mil.
O MTE estima que mais de 18 milhões de pessoas tenham sacado o benefício em 2012 - aproximadamente 90,5% dos 20,7 milhões de trabalhadores com direito ao abono. No total, foram gastos R$ 11,5 bilhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) com o pagamento do benefício até agora.
Os requisitos para ter direito ao abono são: ter rendimento mensal até dois salários mínimos, ter informações cadastradas na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), estar cadastrado no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) há pelo menos cinco anos e ter carteira assinada ou ter sido nomeado para cargo público durante pelo menos 30 dias no ano em questão. 
Para receber o abono, o trabalhador deverá ir às agências da Caixa Econômica Federal (no caso do PIS) ou do Banco do Brasil (no caso do Pasep) com um documento de identificação com foto e o número de cadastro no programa. Quem tem Cartão Cidadão e senha cadastrada também pode sacar o valor em caixas eletrônicos, lotéricas ou postos do Caixa Aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Prefeito Cristino sofre derrota na Câmara por unanimidade

No último dia 26 de junho de 2017, em sessão plenária da Câmara municipal de Araioses, foi derrubado o veto do prefeito pelos vereadores da lei do TFD (tratamento fora do domicilio). O projeto original de autoria do prefeito Cristino, regulamentava o tratamento apenas no Estado do Maranhão, mas sofreu emendas na Câmara por vereador Igran da base aliada que foi aprovado por todos o vereadores oposição e situação garantindo aos Araioses o tratamento em todo território brasileiro. Embora fosse um desejo do executivo manter o TFD apenas no Estado do Maranhão, embora todos saibam que a referência em saúde em nossa região é a capital do Piauí Teresina, os vereadores consciente do seu papel jamais poderiam deixar que houvesse um retrocesso, já que o município de Araioses não faz nem pequenas cirurgias. Em contrapartida o prefeito vetor a emenda mantendo o texto original, TFD, apenas no Estado Maranhão. Na sessão do dia 26 estavam presentes os seguintes vereadores: Igran, Professor Arnaldo…

Conselho do Velho Itamagu

A insegura no município de Araioses, está em um patamar insuportável, o povo já está no limite da tolerância, pois além da falta de efetivo da polícia militar, não tem apoio do Estado e principalmente do município. A guarda municipal que poderia auxiliar  a segurança no município está totalmente desvalorizada e desamparada. Como agravante tem-se a falta de iluminação pública, geral na sede e zona rural do município. O desgaste da atual administração municipal e a falta de políticas públicas para garantir os direitos constitucionais do cidadão
O abono é plausível, a falta de limpeza pública, serviços hospitalar e muitas desculpas da atual gestão já virou chacota no município Araioses. O prefeito Cristino perdeu a credibilidade e senso do ridículo quando todos sabem que o comando da sua administração está sua ex-secretária de finanças e esposa, que por força de decisão de judicial deixou de assumir a pasta de direito mas de fato está no comanda da administração. E mais uma vez o com…

Em nota Vereador Professor Arnaldo Afirma desejar: " O Araioses pra Todos Nós "

O que se confirmou  na sessão do dia 08 de agosto  não foi surpresa para população de Araioses , pois todas as sessões Arnaldo Machado criticava o governo, sua decisão pública apenas endossou o que todos já sabiam, que jamais Arnaldo  ficaria neste governo.  Em conversa com nossa redação Arnaldo passou cópia de seu manifesto que leu na Sessão  da Camaro que oficializou seu rompimento:
Veja o que diz O vereador:
Amigos, amigas, servidores públicos povo de Araioses, após as eleições fomos procurado pelo prefeito eleito Cristino, que nos convidou a contribuir no processo de transição, para que ele pudesse tomar as primeiras medidas administrativa positiva, logo após sua posse. Na ocasião o mesmo demonstrou muitas preocupações com a situação do município principalmente com a possibilidade de ficar os salários dos servidores atrasados. Contribuímos com todos os nossos aparatos para ajudar a equipe de transição, tudo para facilitar e ajudar o municipio. 
Cristino prometia assegurar todos os di…